18|04|2013
PENT inclui o turismo cinegético, respondendo a antiga reivindicação da ANPC

A ANPC congratula-se com a inclusão do Turismo Cinegético no PENT (Plano Estratégico Nacional de Turismo para 2013-2015), recentemente aprovado em Conselho de Ministros e publicado pela Resolução de Conselho de Ministros n.º 24/2013, de 16 de Abril. Esta era uma antiga e reiterada reivindicação da ANPC, tendo finalmente sido concretizada, graças aos esforços desenvolvidos e à boa aceitação evidenciada por parte da Tutela.

Apesar da Caça, de forma isolada, não ser considerada no novo PENT como um produto estratégico, estando associada ao Turismo de Natureza, este foi um grande passo para o desenvolvimento do Turismo Cinegético em Portugal, abrindo a brecha necessária para que possamos trabalhar na qualificação, agregação, promoção e comercialização do produto Caça, a nível nacional e internacional, algo que antes não era possível, em virtude deste importante sector ter sido omitido em anteriores planos.

Apesar das versões iniciais do PENT não preverem a Caça como produto turístico, foi possível inserir (na versão agora aprovada) este sector estratégico para a economia das zonas rurais, graças às iniciativas e aos muitos contactos desenvolvidos pela ANPC, bem como por outras entidades, como foi a importante intervenção do CPM – Clube Português de Monteiros. Tais esforços culminaram no resultado obtido, sendo muito significativo para o sector da Caça que o Turismo Cinegético, pela sua importância sócio-económica e potencial de crescimento, tenha finalmente sido incluído na Estratégia Nacional de Turismo.

Para este resultado, também muito contribuiu o apoio dado pelo Turismo do Alentejo ERT, nomeadamente em iniciativa desenvolvida conjuntamente com a ANPC junto da Tutela, sendo que o Turismo do Alentejo ERT está também em fase de elaboração do seu Documento Estratégico para o Turismo do Alentejo 2014-2020, esperando-se que também nesse plano, como aliás noutros planos estratégicos de turismo nas regiões onde a Caça tem um papel fulcral, se saliente a importância do Turismo Cinegético e se definam objectivos e acções que visem o seu desenvolvimento e promoção.

Esta é uma área estratégica para ANPC, pela importância que tem para os seus associados (proprietários rurais, concessionários de ZCT, gestores e profissionais do sector da caça), bem como para o desenvolvimento do sector da Caça em geral e para a economia do País, pelo que contamos poder a curto prazo enviar mais informações aos sócios sobre iniciativas concretas que estejamos a desenvolver ou outros desenvolvimentos sobre esta matéria.

 
Documentos Associados
ELOCICCAP The Friends os the CountrysideWELIFE Habitat lince abutreSOS coelho